sábado, 10 de junho de 2017

A lenda do Abutre quebra-ossos




Ésquilo foi um dramaturgo da Grécia Antiga, não havendo fontes confiáveis sobre a sua vida. Dizem que ele nasceu por volta de 525 a.C. em Elêusis, pequena cidade a poucos quilômetros de Atenas. Pertencia a uma família rica e tinha boa posição social.

Reconhecido como o pai das tragédias gregas, conta-se que o dramaturgo criava suas peças teatrais inserindo muitos personagens, para poder criar conflitos entre eles. Aliás, as batalhas foram o tema principal de sua obra. Sua peça "Os Persas" continua sendo uma grande fonte de informação sobre a história grega.

Nas Guerras Persas, Ésquilo e seu irmão lutaram para defender Atenas do domínio persa de Dario I, na Batalha de Maratona. Embora o exército ateniense tenha conseguido dizimar os persas, o irmão de Ésquilo morreu durante o combate.

A guerra teve tanta importância para os gregos e para o próprio Ésquilo que, na ocasião de sua morte, em seu epitáfio havia uma homenagem por ter sido um grande guerreiro e não como um dramaturgo de sucesso.

Sobre sua morte reza a lenda que, ao visitar Gela na ilha de Sicília, teria encontrado um abutre-barbudo, que também era conhecido por quebra-ossos, porque tinha o hábito de jogar ossos em cima de ovos para quebrá-los. Ao confundir a careca de Ésquilo com um ovo, o abutre deixou cair um grande osso sobre sua cabeça, momento em que Ésquilo caiu morto...


********************

O abutre-barbudo - Gypaetus barbatus, também conhecido como quebra-ossos, é um animal das montanhas. Ele vive em diferentes picos da Espanha, Tibete, norte da África, Etiópia e oeste da China, já tendo registrada a presença dessa espécie vivendo a 7300 metros de altura no Everest, onde talvez devem aproveitar dos cadáveres dos alpinistas que não conseguem sobreviver.

Por incrível que pareça, o quebra-ossos tem esse nome por ser a única espécie a se alimentar quase exclusivamente de ossos. Eles aproveitam a medula óssea, fonte enorme de proteína que acaba não sendo aproveitada por outros animais.

Detalhe: são as únicas aves especializadas nesse tipo de alimento. Outro fato interessante sobre essa espécie é que possuem pelagem no pescoço, diferente dos outros abutres. Isso se deve ao fato de que, como se alimentam de ossos, não precisam enfiar a cabeça na carcaça.



3 comentários:

  1. Olá adoro ler as suas postagens. O blog já está marcado como favorito . Abraços!!

    ResponderExcluir
  2. Ótimo blog! Existem muitos tipos de mitologia, dependendo da região e do tempo histórico. Minha parte favorita deste tema são as criaturas fantásticas! Alguns dias atrás eu assisti Animais Fantásticos e Onde Habitam Filme e adorei! Há do mais terno ao mais perigoso. Se você é fã de mitologia, acho que você estará interessado neste filme, eu recomendo ❤️

    ResponderExcluir
  3. Oi Lúcia, fui em busca da representação do deus kairós na web para postagem minha e bati em teu excelente espaço que há tempo não visualizava. Parabéns pelas postagens tão extraordinárias. Voltarei outras vezes. Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir

Agradeço os seus comentários, críticas e sugestões

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares