quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

O castigo das danaides



As danaides foram as 50 filhas do rei Dánao, irmão gêmeo de Egipto, que tinha outros 50 filhos varões. Após disputa com seu irmão Egipto pelas terras do Egito, aconselhado por Atenas, Dánao se exilou com suas filhas em Argos, utilizando um barco de 50 remos. Em agradecimento as danaides ergueram em Argos um templo em honra de Atenas.

Quando Dánao se tornou rei de Argos, a região padeceu uma enorme seca. As danaides foram enviadas a procurar água, e uma delas, Amimone, foi importunada por um sátiro. Ouvindo seus gritos, Poseidon veio em seu socorro e lançou seu tridente contra o agressor. Enquanto o agressor fugiu, o tridente bateu em uma rocha de onde jorrou três fontes de água, salvando a cidade de Argos da seca.

Egipto querendo usufruir das fontes, mandou seus 50 filhos até Dánao pedindo que permitisse que eles se casassem com
suas 50 filhas. Mas Dánao desejou aproveitar a oportunidade para vingar-se do exílio que lhe havia sido imposto tempos atrás. Assim, Dánao permitiu o casamento mas aconselhou que suas filhas levassem uma daga na noite do casamento e matassem seus respectivos maridos.

Hipermnestra, a maior das danaides, não executou seu marido, Linceu, porque quando se encontraram, se apaixonaram. Por isso, foi submetida a um julgamento por desobediência a seu pai, mas foi absolvida por Afrodite que se comoveu pelo amor dos apaixonados.

Algum tempo depois, Dánao estava em dificuldades para casar novamente suas filhas. Dánao organizou uns jogos e ofereceu a mão de cada uma das quarenta e nove filhas aos quarenta e nove vencedores dos jogos, mas nenhum pretendente apareceu. Quando Dánao faleceu, Linceu foi coroado rei de Argos e as 49 danaides foram condenadas a encher com água um tonel sem fundos.

Os netos de Hipermnestra, os gêmeos Acrísio e Preto, reviveram o ódio dos avôs Dânao e Egito. Acrísio reinou em Argos e
Preto em Tirinto, ficando a Argólida dividida em dois reinos. Acrisio teve uma filha, Dânae, e devido à previsão do oráculo de que seu neto o mataria, ele prendeu a filha numa torre.

Dânae teve um filho de Zeus, quando ele se transformou numa chuva de ouro. Assim nasceu Perseu e que foi deixado
junto com Dânae numa arca que as ondas levaram às praias de Serifo. Porém sem saber, quando Perseu participava dos jogos em Larissa e atirou um disco, este se desviou e atingiu Acrisio entre os espectadores, matando-o. A previsão do oráculo se realizou...

*********************

A expressão “tonel das Danaides” passou a significar, figuradamente, o esforço infindável porque nunca termina; o
trabalho feito repetidamente sem que nunca apresente um resultado proveitoso. Assim são as manias, obsessões patológicas que causam sofrimento e significativa queda no rendimento pessoal e perda de tempo.

Atos continuamente repetidos, que se tornam rituais, muitas vezes têm a finalidade de prevenir ou aliviar a tensão
causada pelos pensamentos obsessivos. As compulsões normalmente ocorrem em função das obsessões e são gestos, rituais ou ações sempre iguais, repetitivas e também incontroláveis.

Muitas pessoas tentam evitar esses rituais mas se sentem muito angustiadas, muito tensas e o sofrimento é
grande, por isso sempre cedem às compulsões. Porém, ao livrar-se das manias, há um melhor rendimento pessoal e aproveita-se melhor o tempo e o dinheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço os seus comentários, críticas e sugestões

Related Posts with Thumbnails

Quem sou

Nascida em Belo Horizonte, apaixonada pela vida urbana, sou fascinada pelo meu tempo e pelo passado histórico, dois contrastes que exploro para entender o futuro. Tranquila com a vida e insatisfeita com as convenções, procuro conhecer gente e culturas, para trazer de uma viagem, além de fotos e recordações, o que aprendo durante a caminhada. E o que mais engradece um caminhante é saber que ao compartilhar seu conhecimento, possa tornar o mundo melhor.

Seguidores

Minha lista de blogs

Postagens populares